projeto baseado em desempenho

Projeto Baseado em Desempenho (PBD)

A segurança contra incêndio pode ser considerada como uma série de medidas e recursos de proteção em edificações, tendo em vista um levantamento de áreas de risco, e possíveis áreas de risco adjacentes, o que da viabilidade de um controle de um incêndio. tendo em vista os objetivos finais da segurança contra incêndio são: a proteção de vidas humanas, de forma que garanta condições seguras de escape da edificação, e do patrimônio, como a possibilidade de extinção do incêndio através de sistemas de proteção, com um devido planejamento de projeto da edificação.

O que é o projeto baseado em desempenho?

A palavra PBD significa projeto ou design baseado em desempenho, uma abordagem criada para design de proteção de incêndios. Está baseado em objetivos de segurança de incêndios desenvolvidos por todo o time que faz parte da segurança contra incêndios que quantificam o nível desejado de segurança que deve ser provida.

Em um PBD, são avaliados cenários de fogo específicos e design de soluções para atender os objetivos de segurança satisfatoriamente. 

O PBD difere da abordagem das normas tradicionais onde o nível planejado de segurança de fogo é quantificado em termos de perigos, e são montados os métodos para alcançar o nível planejado de segurança para um edifício ou um risco específico considerando todas as suas particularidades e características físicas e dos seus ocupantes.

“Avaliação Baseada no Desempenho. O objetivo da avaliação de segurança contra incêndios baseada em desempenho é assegurar a obtenção de um conjunto de metas declaradas. A segurança contra incêndios é um resultado geral a ser alcançado em relação ao fogo.

Não é possível implementar diretamente as metas de segurança contra incêndio. Para avaliar o grau de alcance de um objetivo, são necessárias medidas intermediárias, como objetivos de desempenho. Em geral, os objetivos definem uma série de ações necessárias para tornar o alcance de uma meta muito mais provável.

Na maioria dos casos, os objetivos de desempenho ainda são muito indeterminados, então eles devem ser subdivididos até que um grau aceitável de detalhes observáveis ou mensuráveis seja alcançado. Este processo de análise de objetivos e sua decomposição é efetivamente representado pela Árvore de Conceitos de Segurança contra Incêndio, onde cada um dos conceitos específicos de segurança contra incêndios está explicitamente ligado ao objetivo ou meta de nível mais alto.

Pesquisa. Outra aplicação da árvore de conceitos de segurança contra incêndios é como uma ferramenta de pesquisa. A árvore também poderia ser usada para classificar estratégias de segurança contra incêndio como um guia para atividades de pesquisa.”

A abordagem do PBD

Por causa das várias necessidades potencialmente envolvidas em PBD, não existe método absoluto de aplicação PBD. A geral abordagem do PBD tipicamente inclui:

  • Estabelecer metas e objetivos – estabelece nível desejado
  • Determinando critério de performance – quantifica
  • Desenvolvendo cenários de fogo – hipotéticas situações para testes reais e simulados com softwares
  • Desenvolvendo estratégias de proteção – a estratégia para proteger a situação hipotética para alcançar as metas
  • Avaliando estratégias
  • Escolhendo estratégias

As Limitações das Edificações

Toda edificação tem seus limites para que as proteções contra incêndios sejam instaladas. O processo deve acontecer logo no início quando se está realizando o projeto arquitetônico para que esses limites sejam despercebidos e possa realizar as devidas proteções contra incêndios. 

Limitações em Edificações Existentes

Em outro momento quando não é possível que as edificações projetarem o seu sistema necessário para protegê-la antes da sua construção a edificação se enquadra como edificação existente e a legislação paraense permite certa tolerância entendendo a impraticabilidade para que as proteções conferidas nos documentos sejam realizadas (havendo um critério para isso).

Resumindoum design de proteção contra incêndios próprio e peculiar para cada Risco. 

Origem 

Nos últimos 10 anos, muitos países ao redor do mundo começaram a fazer a transição de prescrições baseadas em prescrição para normas de construção baseadas em desempenho. Isso permitiu que os engenheiros utilizassem métodos de análise e projeto baseados em desempenho em uma ampla gama de disciplinas, incluindo engenharia de segurança contra incêndio. No entanto, parece que houve alguns problemas ao longo do caminho. Em países, avaliações de projetos baseados em desempenho para o fogo foram feitas na Austrália, Japão, Holanda, Nova Zelândia, Escócia, Espanha e Suécia. Além das avaliações no país, foi realizada uma pesquisa na Internet com respondentes de todo o mundo sobre a percepção do estado da engenharia de segurança contra incêndios. Os resultados dessas avaliações podem ser encontrados em um artigo de Brian Meacham na edição de 2018, Quarter 3 da revista Fire Protection Engineering.

Além dessas avaliações, uma pesquisa on-line encontrou um número relativamente pequeno de projetos baseados no desempenho em comparação com as previsões do pesquisador. Os entrevistados atribuíram isso à falta de engenheiros de segurança contra incêndios qualificados e competentes, falta de autoridades de revisão e aprovação qualificadas e competentes, falta de mecanismos de qualificação regulamentados / exigidos, falta de métricas claras de desempenho dentro dos regulamentos ou orientações de projeto e falta de métodos de verificação para projetos reais baseados no desempenho.

No geral, a pesquisa descobriu que o numero de design baseado em desempenho era menor onde estava sendo feito do que inicialmente esperado. Os governos estão trabalhando para resolver os problemas que limitam esses projetos. Essas soluções incluem mais critérios em código, orientação mais específica e requisitos mínimos de competência e qualificação.

Inspeção, Teste e Manutenção Baseados em Desempenho A abordagem prescritiva para as tarefas e frequências para inspeção, teste e manutenção (ITM) é de tamanho único, o que resulta em alguns requisitos insuficientes e excessivos. Alternativamente, uma abordagem de projeto baseada em desempenho otimiza o ITM com base nos requisitos de desempenho. Um artigo de 2016 da edição 4 da revista Fire Protection Engineering, de Ken Dungan, discute essa questão.

Em primeiro lugar, é importante entender os conceitos do ITM. Manutenção é qualquer atividade destinada a garantir o funcionamento adequado de uma estrutura, sistema ou componente. Manutenção preventiva são atividades executadas antes de falhas ou desempenho degradado. Manutenção preditiva são atividades que acompanham de perto as atividades baseadas em desempenho, o que significa que são realizadas quando são detectadas medidas quantitativas de desempenho. Inspeção é qualquer atividade destinada a identificar uma condição prejudicial à operação adequada de uma estrutura, sistema ou componente. Finalmente, testar é qualquer atividade destinada a verificar o desempenho quando a inspeção é insuficiente para isso.

O planejamento e desenvolvimento de um programa de ITM baseado em riscos e baseado em desempenho inclui cinco etapas. O primeiro é a seleção do sistema e a definição do limite. O segundo é a função do sistema e a definição de falha. Essas etapas são necessárias para concentrar o esforço nos atributos necessários para o desempenho. O terceiro passo é o modo de falha e análise de efeitos (FMEA), que é essencial para entender como as falhas dos componentes afetam o desempenho do sistema. A quarta etapa é a avaliação de risco em modo de falha (caracterização de risco). A caracterização do risco é útil para comparação e determinação de medidas preventivas, bem como tarefas do ITM. A quinta e última etapa é a seleção de tarefas e a determinação de frequência. Isso é crucial porque o sucesso do ITM depende da frequência da tarefa, da capacidade da tarefa de identificar o defeito e da velocidade e eficácia do reparo / restauração.

Adotar uma abordagem baseada em desempenho permitirá melhores projetos, componentes mais confiáveis e redundantes e componentes mais facilmente inspecionados, testados e mantidos.

 

Antônio Carlos
Antônio Carlos

Antonio Carlos, projetista, Especialista em incêndios, Projetos variados.
Estudante de engenharia civil e técnico em edificação.

-Atualmente trabalha na empresa Elfire...

Leave a Reply

Contato

Entre em contato com um de nossos especialistas.

  • +55 (11) 3280-8097
  • contato@elfire.com.br
  • Av.Reg. Feijó.944 - Vila Formosa, São Paulo - SP,
Localização

Av. Reg. Feijó, 944 – Vila Formosa, São Paulo – SP, 03342-000

Horários

08:00  – 18.00 
Segunda – Sexta

Contato

Phone: (11) 3280-8097
Email: contato@elfire.com.br