projeto-arquitetonico

Já parou para pensar na importância de incorporar o projeto de combate a incêndios desde a concepção do projeto arquitetônico e como incorporar essa prática no momento inicial do projeto pode levar a diminuição de custos, evitar dores de cabeças futuros e retrabalhos?

Para isso, é importante trabalhar em conjunto a um profissional experiente e habilitado que será capaz de realizar o dimensionamento dos sistemas, cálculos, consultoria e especificar as soluções de forma assertiva, focado no objetivo principal de proteger vidas e preservar patrimônios.

Por isso, todo projeto deve ser desenhado, construído e mantido para a proteção das pessoas/ocupantes, especialmente aqueles que não obtiveram treinamento adequado e necessitam de tempo para uma evacuação, reposição ou defesa. (todas as situações devem ser consideradas, principalmente no momento da adoção da tipologia do projeto.

As 5 Razões para incorporar o PPCI na concepção do projeto arquitetônico, são:

1 – Elaborar um projeto focado em segurança e acessibilidade.

2 – Reduzir custos.

3 – Evitar retrabalhos e reprovações em órgãos competentes.  

4 – Evitar a especificação de materiais que podem oferecer risco a seus ocupantes.

5 – Compatibilização de projetos, como prever uma estrutura adequada que suporte uma Reserva técnica de incêndio.

Pontos importantes que devem ser considerados na elaboração do projeto arquitetônico:

  • Definir o tipo de ocupação/ocupações do projeto;
  • Determinar a ocupação enquanto a “nova” ou existente”;
  • Calcular a carga da ocupação (RISCO);
  • Calcular a quantidade e capacidade dos componentes dos meios de saída;
  • Determinar os tipos de conteúdos perigosos. Se for o caso, determine a sub-classificação para a ocupação;
  • Determinar para cada ocupação, os requisitos solicitados para os meios de saída;
  • Determinar o tipo de proteção ativa que o projeto irá possuir segundo os requerimentos de cada ocupação;
  • Determinar o tipo de proteção necessária mediante a arquitetura;

Como aplicar no projeto?

  1. Determinando os tipos de materiais de acabamento que o projeto irá requerer: A norma determinará, o tempo de resistência ao fogo dos elementos de construção, como parede externas, pilar, vigas e lajes, que vão nortear o tipo de material que deverá ser especificado para esses elementos.
  2. Se o projeto possui vários pavimentos e se, ao menos um deles ultrapassa 23m este projeto é considerado como edifício alto e possui condições especiais (visto que no Brasil o Corpo de bombeiros não porta equipamentos que sejam capazes de atender a edifícios mais altos que 23m)
  3. Verificando o cumprimento de cada sessão, artigo e sub-parágrafo requerido bem como referências a outros códigos, standards e documentos de acordo com a classificação do edifício;
  4. Atender a quantidade correta de saídas de emergência, distâncias mínimas a percorrer, tamanho mínimo das áreas de rotas de fugas, tipos de escadas, etc. Pontos que não podem ser alterados depois de construídos.
  5. Quando aplicados um ou mais capítulos de ocupação por haver ocupações mistas, deverá ser considerado de maior requisito restritivos;
  6. Dimensionar a estrutura do edifício e reservatórios, já considerando a carga e tamanho suficiente que suporte a Reserva Técnica de incêndio, caso necessário.

Levando em consideração tudo que foi apontado no artigo vale lembrar que, quando você faz a adoção do projeto de PCI no momento do projeto arquitetônico, pode contribuir no tamanho e altura final da edificação.

Com isso, ressaltamos a importância do papel do profissional especialista na área no momento da elaboração do projeto arquitetônico.

MAKE YOUR FIRE FIGHTING PROJECT WITH US

A empresa Elfire hoje tem simplificado tudo no gerenciamento de proteção de incêndios, um processo muitas vezes confuso e burocrático para as empresas em todo o Brasil.

Trabalhamos com todos os tipos de AVCB, Projeto de incêndio, SPDA e Controle de Fontes de Ignição do básico ao mais avançado, visando o melhor custo benefício e mantendo o nível de proteção contra incêndios.

All our projects are developed based on the technical standards in force, both national and international, aiming at both protection and savings for the client, in a detailed risk analysis tailored to each situation.

A Elfire é uma empresa internacional, especializada em engenharia de incêndios, situada nos Estados Unidos e no Brasil, com experiência de defesa e soluções críticas para empresas e riscos especiais em mais de 300 projetos.

The company also has over 100 designers throughout Brazil, led by the CEO Marcio Ferreira, mestre em engenharia de incêndios.