normas de segurança contra incêndio

Qual Estado do Brasil tem as Normas de Segurança contra Incêndio Mais Avançada ?

 
[mwm-aal-display]

Para entendermos sobre esse assunto tem que conhecer um pouco da história da segurança contra incêndios no brasile um pouco sobre as normas de segurança contra incêndios e depois chegaremos ao contexto atual.

A segurança contra incêndios no Brasil

“Nas últimas décadas, houve um aumento muito grande na preocupação com incêndios nas edificações no Brasil, mais por questões circunstanciais que por um processo de conscientização.

Os grandes incêndios que ocorreram nas décadas de 70 e 80 do século passado no Brasil, principalmente na cidade de São Paulo, deflagraram uma corrida contra o tempo para gerar normas, legislações e outras exigências que tornassem as edificações mais seguras.”

Fonte: www.telmobretano.com.br

O texto acima foi retirado da literatura o ilustríssimo Dr. Telmo Brentano, referência nacional no assunto de sistemas de hidrantes e projetos de edificações, este autor merece destaque e grande honra no Brasil, um dos grandes nomes e mentor na área de incêndios.

Foram exatamente esses fatos que fizeram o desenvolvimento da área de proteção contra incêndios no Brasil acontecer, o tempo passou as edificações se verticalizaram cada vez mais e o uso de produtos combustíveis aumentaram, mas até o presente momento em muitos lugares no Brasil ainda as legislações  são desatualizadas ou reforçadas por documentos dessa época.

 Contexto Nacional

Podemos falar que  somos ainda um país bem  atrasado em relação à segurança contra incêndios, hoje o que há de mais avançado  no mundo sobre a proteção de incêndios está no contexto da organização internacional NFPA, a maioria dos países no mundo tem usado todos os seus estudos e pesquisas para a padronização da área de proteção contra  incêndio nacional.

A imagem mostra o contexto do Brasil fora do grupo que possui uma diretoria da NFPA no País, podemos perceber aqui o contexto brasileiro desatualizado refletindo assim nos códigos ou normas incompletas, confusas, burocráticas, não objetivas.

Dentro desse contexto torna-se um imenso desafio fazer a segurança contra incêndios acontecer. Vemos a dificuldade   de aprovação de projetos por autoridades tendo jurisdição (ATJ) para cada Região hoje, isso devido à falta de unificação das normas no Brasil onde cada Estado tem seu código de proteção contra Incêndios, e muitos outros problemas que tornam injusto o papel  de quem tem a missão da proteção contra incêndios. Mas isso será um assunto mais profundo para se abordar em outro momento.

“O problema é cultural”. Todos  já ouvimos essa frase, mas nem conseguimos entendê-la, quando  falamos isso queremos dizer que o problema é falta de informação,  educação ou conscientização… muitas vezes ao estar instalando um sistema de combate a incêndios sempre encontramos um “engraçadinho” que fala: “isso” (sistema de combate a incêndios) não serve para nada, é só para gastar dinheiro ou nunca será usado! Sabemos que “ele” não conhece a lei de Murphy, “Tudo o que puder dar errado dará” … em outras palavras isso seria

um alerta para sempre se tomar todas as medidas  de proteções possíveis pois um dia o incidente indesejado  acontecerá! E no Brasil realmente acontece quando não estamos preparados, causando as grandes tragédias! O que podemos tirar de lição a vista disso é que nosso  grande problema é a falta de informação e educação na área. E está é a nossa arma ou solução para equilibrar o jogo e nosso papel de profissional dessa área.

O estado com as normas de segurança contra incêndio mais avançadas

Até o ano de 2018 os estado onde havia mais normas, e que estavam sempre se atualizando, sendo isso sendo algo aproximado com as normas da NFPA que é de padrão internacional, era o estado de São Paulo, mas em no ano de 2019 com a Liderança do Coronel Oliveira, diretor do setor de análises técnicas do corpo de bombeiros do Pará, Conseguiu trazer um desenvolvimento de nível internacional, superando o Estado de São Paulo, e mostrando que todo esse desenvolvimento está a disposição para os demais Estados, mas não é utilizado.

  Atualmente o estado estão se organizando uma comissão com envolvimento de todos os estados do brasil para colaborarem e criarem uma padronização nas normas, e uma das propostas é a adaptação das normas da NFPA para todas as normas dos estados brasileiros, sendo assim o estado do pará o estado que tem as normas mais avançada do Brasil.

Luigo Pereira
Luigo Pereira

Projetista especialista em projetos de prevenção e combate a incêndio nas empresas Elfire e Chamatex, participa do grupo de pesquisa em segurança contra incêndio Fire Masters – MF, acadêmico de engenharia civil, gerente de tráfego, analista de marketing, web designer.

Leave a Reply

Localização

Av. Reg. Feijó, 944 – Vila Formosa, São Paulo – SP, 03342-000

Horários

08:00  – 18.00 
Segunda – Sexta

Contato

Phone: (11) 3280-8097
Email: contato@elfire.com.br